Precisando aumentar sua conversão online? Descubra aqui o passo a passo usado por quem chegou lá!

By leandrasoaresrj@gmail.com | e-mail marketing

ago 25

conversão online

Se você tem um negócio digital, conversão online é um termo bem conhecido por você. “Preciso aumentar a conversão dos meus e-mails”, “As conversões dos meus anúncios estão baixas”, “Não sei o que faço para ampliar a conversão do meu blog” são frases que ouço com certa frequência.

Para alguns, a conversão parece algo natural, fácil, capaz de fazer com que as metas do fim do mês sejam facilmente batidas. Para outras, é só teoria, parece um sonho distante, muito distante. Se você se encaixa no primeiro caso, parabéns, este post vai te ajudar a consolidar os seus resultados. Caso esteja no segundo, aqui está o passo a passo que faltava para você.

Antes de continuarmos, aí vai uma frase:

Se quiser dobrar seu volume de negócios é muito mais fácil dobrar a taxa de conversão do que dobrar o tráfego. – Jeff Eisenberg

Quer aprender a converter oportunidades em negócios de verdade? Continue a leitura!

O que é essa bendita conversão online?

conversão online

A conversão acontece quando o visitante, usuário, cliente faz aquilo que você quer que ele faça. Existem vários tipos e níveis de conversão, e conhecê-las deixará as coisas claras:

#1. Conversão de vendas:

O tipo mais tradicional e conhecido de conversão. É aquele em que uma ação realizada pela empresa conduz uma pessoa a comprar um produto ou contratar um serviço. Um exemplo: quando seu negócio faz uma campanha de publicidade online para a venda de um determinado produto, e o visitante acessa seu anúncio, escolhe o modelo do produto e finaliza uma compra. Essa é uma conversão de vendas.

Segundo o Agendor, a relação típica de conversão de vendas é entre 50% a 80%; a taxa de conversão de vendas para leads quentes é entre 30% a 70%; a taxa de conversão de prospecções frias com leads qualificados fica entre 20% a 35%; por fim, a média de fechamento com leads semi-qualificados gira em torno de 10%.

2. Conversão de leads:

Quando um visitante executa uma ação através de uma chamada em seu site ou blog, como por exemplo: baixar um e-book, um infográfico, acessar um vídeo exclusivo ou qualquer outro material criado para atrair a atenção do visitante e convertê-lo em lead. O simples fato de deixar o e-mail para receber as atualizações do newsletter é uma conversão de leads.

De acordo com a Hubspot, a geração de leads é o objetivo nº 1 dos profissionais de marketing. Além disso, é 47% mais barato obter um lead através do Inbound Marketing, do que por meio de ações de marketing tradicional.

3. Conversão social:

Ocorre quando o visitante compartilha em alguma rede social, como o Facebook, o Twitter, LinkedIn, etc. Esse modelo de ação recebe o nome de “Conversão Social”, e é amplamente difundido e valorizado no cenário digital. Então, lembre-se: quando um comprador de um produto seu compartilhá-lo em algum desses canais, você tem uma conversão social.

A Virtual Target mostra que as redes sociais hoje correspondem a 16% das conversões em marketing digital. Além disso, de acordo com pesquisa elaborada pelo Sebrae, em parceria com o E-commerce Brasil, páginas em redes sociais foram citadas por 72% de entrevistados como um dos principais canais para a conversão de vendas online.

4. Conversão por e-mail:

O e-mail Marketing é uma importante ferramenta de conversão online. Quando você envia um e-mail com a intenção de levar o usuário a alguma ação e a conversão acontece. Exemplo: a compra de um produto ou o download de uma isca digital – oferecido através de um e-mail disparado para a sua base de leads.

Um estudo realizado com monitoramento do comportamento de 500 mil e-consumidores, chegou aos seguintes dados:

  • A principal utilidade do e-mail marketing para os 45% dos entrevistados é o aumento da receita de vendas;
  • 17% o enxergam como o canal digital mais eficiente na busca de aumento do tráfego de usuário ao website;
  • 16% dos entrevistados acreditam que o e-mail traz resultados na geração dos leads;
  • 65% dos entrevistados afirmaram que o e-mail marketing gera ROI (retorno sobre investimento) e que continuarão investindo ou aumentarão o investimento.

Fonte: E-commerce Brasil

Pronto, agora que você já sabe tudo o que precisava sobre o assunto, conheça o passo a passo usado por quem gera conversão online de verdade:

Passo #1. Aprenda a medir a taxa de conversão

conversão online

Para quem já está habituado ao termo, soa clichê dizer isso. Mas não é pequeno o número de empreendedores e profissionais de marketing que não medem ou que não sabem medir a taxa de conversão. Esse é o básico.

A taxa de conversão é uma métrica importantíssima para vários objetivos de marketing digital. Ela te ajudar a medir e otimizar os resultados do seu investimento. Ela te mostra se o que você está fazendo é realmente um bom investimento ou desperdiçando dinheiro. Vamos a um exemplo prático?

Vamos supor que o custo para conseguir um lead seja de 200 reais, o que para a venda de um produto de ticket alto não é nada mal. Digamos que o seu produto custe 10 mil reais. Com uma taxa de fechamento de 20%, você precisa de 5 leads para fazer uma venda.

Dessa forma, você está gastando 1.000 reais em leads, mais as comissões dos afiliados, que se forem 10%, representa mais 1.000 reais. O custo total de aquisição de clientes é de 2 mil reais, ou seja, 20%. Dependendo de sua margem de lucro, isso pode até não ser ruim.

No entanto, imaginemos que você tenha uma taxa melhor de fechamento e conversões de vendas, e em vez de 5 leads, você precisa apenas de 3 leads. Assim, você reduziu o seu custo de vendas em 400 reais, e isso acaba indo direto para a sua conta bancária.

Passo #2: Aumente o tráfego

conversão online

Sabemos que o que vale mesmo é aumentar a conversão e não o tráfego, mas os pontos estão interligados. E muitos casos, o problema da baixa conversão é o baixo número de visitas. O empreendedor precisa então buscar formas de levar mais pessoas para dentro da plataforma para que a conversão aconteça.

Existem diversos caminhos a serem tomados, e isso depende da estratégia adotada, do nicho, do perfil de público e do orçamento disponível. Mas podemos considerar:

  • Aumento do volume de conteúdo – Uma empresa pode ter um crescimento médio de 45% em seu número de acessos, ao aumentar o número de postagens de 11 a 20 para 21 a 50.
  • Aumento de divulgação orgânica nas redes sociais – O social media é a segunda maior fonte de tráfego da internet, perdendo apenas para o SEO – Search Engine Optimization
  • Investimento em links patrocinados – A metade do dinheiro investido em marketing digital é direcionado a publicidade paga.
  • Estratégia de Guest Post – Uma forma eficiente de gerar visitas orgânicas em seu site/blog é publicando em sites de parceiros.
  • Valorize o e-mail marketing – Já citei aqui que o e-mail apresenta grandes taxas positivas de conversão.

Passo #3: aprenda a converter Leads (com Stadium Pitch)

Para compreensão sobre a conversão de leads, Chet Holmes, uma das grandes referências na área de vendas, autor do “The Ultimate Sales Machine”, tem uma bela explicação. Ele identificou que para um mercado qualquer, o momento de compra dos clientes é meio que padronizada.

Ele explica que apenas 3% do público está ativamente buscando opções e querendo comprar alguma coisa; cerca de 6 a 7% está aberto a propostas; e o restante é apresentado na pirâmide abaixo:

Como alcançar então um percentual maior da pirâmide e ao mesmo tempo gerar mais credibilidade? É aí que entra uma grande sacada que tem sido muito difundida por blogs americanos: o Stadium Pitch.

conversão online

O autor do livro convida os leitores para responder à pergunta:

Imagine um estádio inteiro cheio com os seus potenciais clientes e que você tivesse a oportunidade de falar para todos eles por alguns minutos. O que você falaria?

Grande parte dos entrevistados responde: apresentando a história ou os benefícios do seu produto ou serviço, ou seja, fazendo a apresentação e vendas. O problema é que 90% da pirâmide se levanta e vai embora.

Por esse motivo, o discurso (isso inclui blog, redes socais, etc.) deve focar em oferecer conteúdo útil ao cliente, independentemente da etapa que ele esteja na jornada de compra. Em outras palavras, é preciso dizer coisas interessantes para a pirâmide toda continuar ouvindo.

A conversão de Leads vai ao encontro disso. Se o seu site só tiver informações sobre seu produto ou serviço, sua mensagem tende a engajar somente de 3% a 10% da parte de cima da pirâmide. Para não espantar os outros 90%, você deve criar ofertas de valor para capturar as informações de contato dessas pessoas e nutri-las ao longo do tempo, até que elas se tornem oportunidades de vendas.

Passo #4: Tenha uma Landing Page matadora

conversão online

Não é qualquer um que consegue ter uma Landing Page que converte. Mas isso é algo que precisa ser buscado. Quem geralmente apresenta resultados consideráveis em conversão conseguiu canalizar boa parte da estratégia em uma página de conversão. Num geral, sua Landing Page deve ter um bom design. Se você manja do assunto, exponha os elementos a melhor forma, sem poluir a página. Se tem pouca ou nenhuma noção de design, o melhor caminho é contratar um especialista.

Aqui vão mais algumas dicas para você otimizar sua Landing Page:

#1. Trabalhe bem o formulário

O formulário é o elemento fundamental para que a conversão online aconteça, de fato. É através dele que o seu visitante, até então desconhecido, irá disponibilizar as informações necessárias para se tornar um lead. Por isso é preciso planejá-lo com muito cuidado.

Formulários com muitos campos geralmente desestimulam os visitantes e acabam trazendo baixa conversão. Num primeiro momento, colete apenas as informações mais importantes sobre o seu visitante, como: nome, e-mail e demais informações relevantes para o seu negócio.

#2. Crie boas ofertas de conteúdo

No Inbound Marketing, as iscas digitais ganham um nome e um significado mais completo: ofertas de conteúdo. São formatos, como e-books, planilhas, whitepapers gratuitos, etc. Eles proporcionam a oportunidade do seu visitante conhecer melhor o seu negócio e os benefícios dos seus produtos ou serviços.

Essa oferta não precisa necessariamente falar sobre o negócio, mas trazer novidades sobre o mercado/nicho, casos de sucesso, descontos promocionais e mais comumente dicas relevantes para os clientes.

#3. Capriche no título da oferta

Além do design, a oferta exposta na Landing Page precisa expor um título atrativo, convincente e claro. O visitante só vai disponibilizar suas informações se estiver claro para ele o que ele estará ganhando em troca.

Em suma, o título precisa resumir o que conteúdo traz. E isso deve ser feito também de forma atrativa, criando uma sensação de necessidade para o visitante. Tenho um artigo completo sobre headlines que vai te ajudar bastante.

#4. Crie descrições atrativas

Outro elemento importantíssimo em uma Landing Page que converte são as descrições. Elas precisam ser atrativas e despertar o interesse no conteúdo disponibilizado. Os textos da página devem convencer o seu visitante a adquirir a oferta em troca das informações.

Por isso, é preciso utilizar argumentos relevantes e objetivos. Se as descrições não estiverem claras e objetivas, o suficiente, o visitante não vai se interessar e vai abandonar a página facilmente.

Passo #5: Invista em copywriting

conversão online

O copywriting é a melhor forma para garantir a conversão online. E isso eu afirmo sem a menor sombra de dúvidas. Com ele, você consegue absolutamente vender tudo o que desejar. É ciência embasada na psicologia e no comportamento humano. Basta colocar a palavra certa, no lugar certo, para o público certo, e pronto, as vendas acontecem de forma instantânea.

E é por isso que você pode vender praticamente qualquer coisa com esta técnica, inclusive produtos digitais. Jeff Walker, americano criador da Fórmula de Lançamento, costuma dizer o seguinte:

Se tivesse que ensinar uma habilidade para meus futuros filhos essa seria a habilidade de copywriter.

Alguns dos maiores milionários do mundo dominam as táticas avançadas de copywriting, seja na fala ou na escrita. Se existe algo que os americanos sabem fazer é produzir riquezas, certo? Pois é, o copywriting é uma das armas usadas por eles.

Os discursos de copy têm sido responsáveis por bilhões e bilhões de dólares em vendas nos Estados Unidos e no mundo, e o Brasil está vindo logo atrás. Uma carta, ou script de vendas, bem escrito é responsável por mais de 70% dos seus resultados em vendas.

Por isso, eu destaco: Não existe conversão sem copywriting! Um profissional de copywriting pode vender mais que uma equipe de vendas inteira e também do que um empreendedor digital, por melhor que eles sejam. Não tem para onde correr, amiguinho, ou você valoriza a copy, ou corre o risco de viver não sabendo o que é conversão de verdade.

Poderia acabar por aqui, mas tenho uma última coisa para destacar…

Dica Bônus: Use todos os seus recursos na hora de vender

conversão online

Vale quase tudo na hora de vender. A frase parece agressiva, mas te dá um novo mindset. Se não for prejudicial a você e ao consumidor, faça. Se não for comprometer a ética e a integridade, por que não tentar? Pense nisso na hora de aumentar suas taxas de conversão de vendas.

O fato de trabalharmos com digital, não elimina o poder de outras fontes, como o cara a cara e o telefone. Por que não ligar para os leads no período de lançamento? Por que não enviar um e-mail personalizado para a pessoa que imprimiu o boleto e não realizou o pagamento?

Muitas vezes o empreendedor fica preso a um ou dois processos de vendas apenas, e acaba garantindo resultados negativos em seu negócio. Não dependa apenas e anúncios e de e-mail marketing, observe outras fontes de conversão de vendas. Você vai ver como os seus resultados vão melhorar significativamente.

Conversão… Ops, conclusão!

conversão online

A conversão online não é um bicho de sete cabeças, como alguns pensam. Para conquistá-la, na maioria das vezes, é preciso apenas seguir um método prático e eficiente. Simplesmente fazer as coisas certas, em cada etapa. Aqui está o caminho para você aumentar seus resultados. Aplique o que aprendeu, e por favor, volte para me dizer como foi.

E se quiser saber mais como você pode alavancar as vendas dos seus produtos digitais, ou até mesmo de produtos físicos e serviços, deixe um comentário abaixo ou envie um e-mail para copyleandrasoares@gmail.com. Terei um prazer em ajudá-lo!

About the Author

Leave a Comment:

(4) comments

Rodrigo Mendes 30 de setembro de 2016

Parabéns pelo conteúdo Leandra e obrigado por compartilhar, pode ter certeza que agregou bastante para mim.

Um grande abraço,
Rodrigo Mendes

Reply
    leandrasoaresrj@gmail.com 11 de outubro de 2016

    Obrigada Rodrigo, sucesso!
    Abçs.

    Reply
websiteminuto.com.br 2 de maio de 2018

Apenas o que eu estava procurando, obrigado!

Reply
    leandrasoaresrj@gmail.com 18 de maio de 2018

    Que bom! Aproveite os outros artigos e vídeos de conteúdo. #boascopys

    Reply
Add Your Reply

Leave a Comment: