Marketing nas mídias sociais: como crescer na Internet e ampliar os resultados com o Copywriting

By leandrasoaresrj@gmail.com | Copywriting

abr 27
marketing nas mídias sociais

marketing nas mídias sociais

Facebook, Instagram, Twitter e por aí vai… como dar conta de tudo isso e ainda canalizar o tempo investido nas mídias sociais para ter retorno no seu negócio? De fato as redes sociais hoje são fundamentais para o crescimento do resultado comercial de qualquer empresa, independente do tamanho dela. A importância das mídias sociais hoje é indiscutível, mas não há muita gente no Brasil sabendo tirar proveito delas.

Primeiro, é importante ressaltar que somente ter presença na internet não é suficiente. Nenhuma marca se destaca por utilizar uma determinada rede social, mas sim por utilizá-la da maneira correta.

Uma das grandes vantagens das redes sociais é que elas permitem uma relação íntima com seu cliente em potencial. Você pode se aproximar do público de forma direta e segmentada, possibilitando um melhor entendimento de quem de fato são seus potenciais clientes, que você identifica na rede como seguidores. Uma dica: trace o perfil comportamental de quem te segue, e se comunique diretamente com esse público.

Mas não para por aí…

Para realmente atrair as pessoas e engajá-las à sua marca, você precisa se comunicar de forma efetiva. E nesse sentido, o Copywriting é simplesmente a arma mais poderosa. Como venho sempre falando em minhas postagens e vídeos, toda empresa hoje deveria apostar no poder do Copywriting para potencializar seus resultados.

Bem, mas você deve estar se perguntando como aumentar engajamento através do Copywriting para ter resultado positivo nas vendas. Acredite, é possível vender pela internet e isso pode ser feito na hora de fazer marketing nas mídias sociais. A resposta está nas próximas linhas!

Por onde começar?

De acordo com uma pesquisa da agência eMarketer, 86,5% dos usuários de internet utilizarão smartphones para se conectar às redes sociais. O Brasil é o país com mais usuários de mídias sociais do continente, com um total de 93,2 milhões. Para se ter ideia, no México são 56 milhões, e na Argentina são 21,7 milhões.

O Facebook anuncia que a rede social é acessada diariamente por um bilhão de usuários. Os dados são referentes ao primeiro trimestre de 2016 e foram analisados juntamente ao balanço financeiro da empresa. O número de usuários no Facebook aumentou 16% com o uso dos aparelhos móveis.

Por que estou divulgando estes números? Para que você não caia na besteira de não traçar uma estratégia de marketing nas mídias sociais. Elas representam um oceano de oportunidades para você ampliar o seu negócio e vender mais na internet.

Portanto, comece pela ESTRATÉGIA. Defina no máximo 3 redes, se organize escrevendo os posts com antecedência e utilizando Call To Action, ou chamadas para ação, convidando quem está em uma rede para outra.

Você pode optar pelas principais, desde que se identifique com as que selecionar. Pense nas principais:
Facebook
Instagram
Linkedin
YouTube
Snapchat
Twitter
Pinterest
Sem negligenciar o WhatsApp e o bom e velho amigo e-mail marketing.

Ufa! Parece muito? E realmente é. Mas se organizando você dará conta de 2 ou 3 no máximo. Acima disso, para não fazer feio, recomendo a ajuda de um profissional. Afinal, você tem que pensar no tema, escrever o conteúdo e pesquisar imagens, tudo isso pensando nos elementos de Copywriting. Realmente, é possível, mas fácil não é.

Uma dica super importante: Assiduidade. Não descumpra os horários de posts!
Outra dica? Crie autoridade no assunto, mas cuidado para não parecer arrogante.

Estando isso bem entendido, vamos saber de outra informação importante…

Mas o que devo postar?

Na era das redes sociais, as pessoas querem mais do que consumir, elas querem se relacionar com marcas e compartilhar de experiências vividas.

Por exemplo, é comum as pessoas usarem seus smarthphones para fazerem check-ins mostrando para onde elas viajaram ou em que restaurantes estão jantando, isso é feito para vender produtos ou marcas, seja do próprio ou de terceiros.

Em outros casos, blogueiras divulgam a foto de um produto que acabaram de comprar para que todos os vejam. Nesse caso, a postagem ajuda na construção da imagem da marca, fazendo propaganda que pode ser gratuita ou através de remuneração financeira. Muitas blogueiras, influencers ou até pessoas comuns que já de destacam na internet, aceitam parceria e divulgam marcas, serviços e produtos através de parce4rias.

Esses exemplos são apenas para mostrar que não basta sair distribuindo links e frases como “Compre”, “Conheça”, “Clique”, “Aproveite”. É preciso gerar identificação para que a venda aconteça de forma espontânea no futuro.

É partindo desse ponto que podemos partir pro próximo passo.

Como usar o copywriting nas mídias sociais

Vimos que a estratégia é importante, nela você precisa definir quais as redes sociais que mais combinam com seu estilo de negócio, e claro, que o seu público esteja presente. No meu caso, eu uso principalmente o Facebook e o Instagram, e por vezes outras para algum tipo de estratégia específica.

No Facebook, além de minha fanpage, eu uso meu perfil para passar algumas mensagens através de microtextos (falarei sobre eles adiante). Na fanpage, eu publico técnicas de copywriting, dicas de livros, etc.

Já no @leandra.soares do Instagram, a comunicação gera reação imediata nos seguidores. Se você ainda não está conseguindo gerar conexão por lá, me segue e aplica o que eu ensino GRATUITAMENTE todos os dias. Isso mesmo, você aprenderá muito com as dicas que verá no Instagram acompanhando meus posts.

Todos os posts, desde textos até banners tem algum elemento de copy, como gatilhos mentais, Storytelling e outras técnicas de persuasão. Veja:

Quando escrevo uma simples reflexão, é o copywriting que me ajuda a manter o leitor atento. Quando faço uma chamada de divulgação para algum artigo ou vídeo, é o copywriting que leva o seguidor a clicar no link e ir para o local onde eu desejo que ele vá.

Importante! Não abra mão da Persuasão

Parece uma dica simples, não é? Sim, mas muitos empreendedores e profissionais de marketing não conseguem aplicar isso no conteúdo na hora de fazer marketing nas mídias sociais.

O que fará total diferença no resultado final é você conseguir selecionar melhor as palavras e criar desejo nos seguidores. Ao invés de dizer “Nós trabalhamos com vendas de perfumes”, tente algo como “Aumente sua presença e seu poder de sedução com nossas novas fragrâncias”. Soa muito mais interessante, desperta interesse, e ativa a imaginação, concorda?

Sim, uma abordagem matadora é essencial!

Como eu explico neste artigo, na receita do copywriting, persuasão é o fermento. Sem ela, o “bolo” não cresce. Persuasão é compreendida como uma estratégia de comunicação que usa recursos emocionais ou simbólicos para induzir alguém a aceitar algo, uma determinada ideia, uma atitude, etc.

Há outra definição que diz que persuadir é empregar argumentos legítimos (ou não) com o propósito de conseguir que outra pessoa adote certa linha de pensamento, teoria, conduta ou crença. Sendo assim, por favor utilize os argumentos legítimos e não coloque seu trabalho a perder com mentirinhas que serão sim descobertas, a internet pode parecer um labirinto onde você está escondido, mas não se engane, quanto mais sincero e verdadeiro, mais resultado terá nas mídias sociais.

Aposte nos microtextos

Essa técnica funciona e irá elevar seu número de seguidores rapidamente. São textos pequenos, porém poderosíssimos. Posts curtos, rápidos e matadores. Você pode usar uma abordagem institucional ou narrativa neles. Que tal compartilhar um insight de negócios que você teve? Ou falar de algo que aconteceu com você durante o dia?

Muitas vezes basta uma pequena frase, uma palavra, uma citação. Em algumas estratégias, os maiores impactos estão nos menores textos. Dependendo de sua criatividade, você conseguirá boas taxas de interação com suas postagens.

Mas onde entra o Copywriting nisso? Você cria autoridade, engajamento, gera identificação por ideias e opiniões, faz a audiência se sentir próxima de você. E daí… proximidade traz conexão, quebra a rejeição, traz confiança e quem confia compra!

Use o Facebook e Twitter (se fizer sentido para você) como laboratório de comunicação com seus leads. Acha que Mark Zuckerberg colocou a palavra “Like” embaixo dos posts do Facebook à toa? Com certeza não. Experimente publicar mais microtextos e meça os resultados.

Mais ideias práticas para fazer marketing nas redes sociais

Repare que para fazer marketing nas mídias sociais usando o poder do copywriting, não é preciso gastar milhares de reais. Em muitos casos são ações simples. Algumas ideias podem entrar em cena para te ajudar a ser persuasivo, como:

  • Comentários sobre assuntos do momento com aplicação da palavra você e gatilho da curiosidade:

“Você viu a ação que a Amazon fez criticando o Governo do prefeito de São Paulo João Doria?”

  • Divulgação de conteúdos lançados no seu blog com uso de gatilhos mentais (no caso abaixo, gatilho da autoridade):

“Um artigo que revela dados globais sobre o uso copywriting nos negócios explicado por um especialista no assunto. Acesse e confira!”

  • Promoção de vídeos lançados em seu canal no YouTube com frases persuasivas:

“Quer aprender a aumentar seus resultados em vendas online em 210%? Assista meu novo vídeo!”

  • Links de matérias importantes para sua audiência (isso funciona bem para mim):

“Olá! Passando para deixar o link de uma matéria da PEGN que mexeu comigo. Olha o que eles dizem sobre os negócios digitais”

  • Dicas rápidas para ajudá-la com alguma dor:

Se você quiser superar o medo de falar em público, experimente treinar em frente ao espelho todos os dias. isso vai amentar sua confiança naturalmente. 

  • Um diálogo dinâmico:

Olha a mensagem que recebi hoje no inbox:

– Olá, Leandra. Gostaria de agradecer muito pelo artigo que você lançou ontem no seu blog. Era tudo o que eu precisava ler. Gratidão imensa.

  • Enquetes, indicações, discussões (ótimo para pesquisas de mercado):

“Tenho a percepção de que cada vez mais pessoas aderem ao uso do smartphone no lugar da televisão. Esse é o seu caso? Se sim, diga eu nos comentários.”

  • Promoções relâmpagos (de seus produtos ou de produtos de afiliados):

“Vou distribuir 8 cópias impressas do meu último livro. Quem tiver interesse é só acessar este link e seguir o passo a passo”.

  • Ofertas e recompensas digitais (ótimo para gerar leads):

“Baixe meu novo e-book gratuito e descubra como aumentar suas taxas de cliques em e-mail em até 300%”

São práticas que não exigirão mais do que criatividade e dedicação, ou ao menos, poucos reais investidos em produção de conteúdo ou publicidade no Ads. Por falar em Ads, com o Facebook é possível atrair pessoas com campanhas de 2 a 5 por dia. O que isso pode representar em longo prazo? Muita coisa. Pense nisso!

PS.: Siga-me para ver de perto como eu tenho aplicado técnicas de copywriting no meu marketing nas mídias sociais. Você pode me seguir no Instagram pelo @leandra.soares. E pelo Facebook não posso aceitar solicitações de amizade porque o perfil lotou, mas aproveite e curta minha fanpage ou  me siga no perfil.

 

About the Author

Leave a Comment:

Leave a Comment: