Prós e Contras! Entenda definitivamente qual a diferença entre o Marketing Tradicional e o Marketing Digital e tome suas decisões.

By Leandra Soares - Admin | marketing online

abr 05

Todo novo relacionamento é um tempo de descobertas. A diferença entre o Marketing Tradicional e o Marketing Digital é uma dúvida que ainda gera muita confusão na cabeça das pessoas que estão ingressando no mercado ou descobrindo o poder das vendas pelo “mundo” digital. E não é para menos, afinal tudo relacionado ao tema ainda é novo e cheio de surpresas.

 

Mas antes de começar esse papo, vamos definir aqui o que é marketing. Ele é o responsável por todo o processo de estratégia de um determinado produto, levando em conta a sua criação até a entrega final ao cliente. Aliás é o marketing o responsável pela comunicação/conexão/relacionamento entre a empresa/produto e seus consumidores. E isso vale para o tradicional tanto quanto para o digital.

 

Se você quer saber definitivamente qual a diferença entre o Marketing Tradicional e o Marketing Digital, preste atenção agora porque ela está justamente aqui, neste ponto. Apesar de o marketing digital e o marketing tradicional, terem suas bases iguais, suas estratégias podem ser muito diferentes, assim como toda a logística e os resultados também!

 

Quero deixar claro aqui que não necessariamente um é melhor do que o outro, são apenas visões, métodos e como disse estratégias, diferentes. Tudo depende do objetivo, da ação planejada e tomada ao longo do processo, e claro do meio de comunicação utilizado!

 

Então continue lendo para entender as principais diferenças e saber tudo ao final deste artigo.

 

De onde vem e como age o Marketing Tradicional?

 

O que chamamos hoje de marketing tradicional, surgiu na década de 40 nos Estados Unidos e já conhecemos com mais intimidade e clareza. Grandes empresas marcaram época e nos remetem a momentos passados, trazem à lembrança comerciais que fizeram parte da nossa vida.

 

Elas estão até hoje no mercado, como a Coca-Cola, o Mcdonald’s, as montadoras de automóveis, e atualmente lançam mão das estratégias digitais para vender ou fortalecer suas marcas.

 

No marketing tradicional, que imperou durante décadas, a principal função é ligar o consumidor ao desejo do produto. A marca é importante, mas o produto é a estrela do negócio. Não é atoa que tantas pessoas relatam o fato de que ao caminhar pela rua com calor e suando, vêm a sua mente aquela vontade de beber uma Coca-Cola bem gelada, e não água, como deveria ser instintivamente.

 

Isso acontece porque essa marca durante muitos anos fez questão de se fazer presente na vida de milhões de pessoas, mostrando em seus comerciais o quanto ela é saborosa e refrescante, levou muitas mentes a acreditar nisso e a  associar essa lembrança a felicidade de beber algo realmente prazeroso. Com isso, nos momentos em que seu cérebro emite um aviso de sede, sem se preocupar com características do produto, pode ser que você automaticamente pense na Coca-Cola, mesmo que nem seja a favor do seu consumo.

 

Não entrarei em detalhes sobre peças publicitárias, mas como você sabe as mídias utilizadas podem ser TV, rádio, revistas, outdoors, e tantas outros.

 

E como você pode obter resultados com Marketing Digital?

 

Bom, o marketing digital pode-se dizer que surgiu recentemente com o avanço da internet. Lá fora muitas técnicas já são usadas há algum tempo, mas no Brasil podemos dizer que embora recente, ele avança galopante e já está se consolidando. Por isso muitas pessoas estão tomando conhecimento deste novo marketing e diariamente buscam por mais informações a respeito.

 

Neste o objetivo final muda um pouco de foco. Aqui você também pode fixar imagens, fortalecer marcas, mas o aspecto do branding é decisivo agora.

 

É claro que o principal foco está em realizar as vendas de um produto ou serviço, mas a empresa ou a pessoa que está oferecendo seus serviços possuem papéis muito importantes. Isso porque a base de resultados extraordinários nas vendas não está no preço ou na oferta com descontos, mas sim no encantamento proporcionado por uma boa estratégia de COMUNICAÇÃO PERSUASIVA, que gera alto nível de ENGAJAMENTO,  fortalecendo uma relação de confiança capaz de simplificar o processo de compra.

 

Sim! É isso mesmo que você leu.

 

No marketing digital existe uma preocupação em criar um relacionamento com a lead (possível cliente) que antecede a venda. Por isso que muitas empresas passaram a contratar profissionais qualificados em internet marketing para cuidarem somente de suas mídias sociais e responderem seus seguidores.

 

A verdade é que hoje o bem mais precioso na internet que temos é a ATENÇÃO! E quando a empresa consegue ter essa atenção positiva de suas leads e de seus clientes, seguidores ou fãs, é sinal de sucesso!

 

Um bom exemplo que sempre digo é a Netflix. Você já viu como as mídias sociais dela bombam e fazem ela estar presente nas rodas de conversa? Vários prints correm pelo Facebook de respostas altamente criativas, consideradas jogadas de marketing. Quando a interação acontece e o consumidor interage positivamente e ainda se diverte com a marca, é gol de placa!

 

netflix

Agora que você já sabe as principais diferenças entre o marketing tradicional e o marketing digital, selecionei alguns pontos para te mostrar como ocorre tudo isso na prática!

 

Mas atenção! Aqui quero deixar bem claro que nos dois casos é muito importante estudar a fundo os objetivos e o público alvo, pesquisar o nicho de atuação e seu comportamento, identificar as oportunidades e só então montar a estratégias de melhor impacto e que traga o retorno esperado.

 

1 – O alcance das campanhas

 

No marketing tradicional como sabemos os principais veículos para campanhas são televisões, rádios, revistas físicas, outdoors, e em alguns casos uma presença na internet é possível. Com essas campanhas há possível atingir a um número elevado de pessoas, mas as análises de alcance se baseiam em informações fornecidas pelos próprios veículos de propaganda,  com isso não é possível se obter real certeza do número de pessoas atingidas. Para validar as campanhas mede-se o resultado nos relatórios das vendas finais.

 

Com o marketing digital, este alcance pode ser muito maior, com investimentos bem menores. Hoje no Brasil 139 milhões de pessoas usam a internet e quase 60% da população possui perfil em alguma rede social como Facebook, Instagram entre outras, segundo uma pesquisa já divulgada pela conceituada We Are Social. Você consegue perceber o impacto disso?! E os números só tendem a crescer, visto que o acesso a internet em nosso país está em franca e real expansão..

 

Outro detalhe é que você pode obter mais exatidão do alcance de suas campanhas, os relatórios são precisos e é possível obter prévias bem mais confiáveis sobre o resultado final das campanhas antes mesmo que elas terminem.

 

O fato é que quando recorremos ao marketing digital não existem barreiras. Qualquer pessoa do mundo pode receber um simples link com a indicação de um produto, uma oferta ou um anúncio seu. Além disso sua marca e você podem estar presentes em diferentes canais de comunicação com baixíssimo custo de investimento e atingir várias mídias sociais ao mesmo tempo como blogs, podcasts, YouTube, Facebook, Twitter e muito mais!

 

2 – A relação custo x benefício

 

Ahhh, essa parte é bem interessante! Como eu sempre digo no marketing digital tudo é para ontem! As coisas acontecem muito rápido, informações novas diariamente, dados novos, métricas diferentes, porque no mundo digital, a internet proporciona esta agilidade.

 

Por isso ao fazer uma campanha, você pode ver exatamente como estão os seus resultados em tempo real e mensurar tudo o que deseja. Essa velocidade é fundamental pois permite fazer ajustes quando necessário ou até mesmo recomeçar tudo.

 

No marketing tradicional sabemos que isso é muito mais complexo, pois envolve uma mão de obra grande, muitas campanhas e claro… dinheiro. Não se trava ou redireciona uma campanha em mídias tradicionais com apenas um clique, sabemos que alguns anunciantes e seus comerciais rendem milhões para muitas emissoras de TV, e que este jogo não é para quem tem baixo fôlego financeiro.

 

Isso não significa que no marketing digital não ocorram investimentos milionários, claro que sim! Já sabemos de casos onde empreendedores que investiram um valor baixo inicialmente tiveram grande retorno, reinvestiram em campanhas, contrataram profissionais mais qualificados, e assim obtiveram resultados expressivos gradativamente.

 

3 –  Seu público alvo

 

No marketing digital você pode usar ferramentas que possibilitam uma segmentação mais precisa do público que deseja atingir, atraindo leads dentro do perfil do cliente que realmente te interessa. Isso potencializa muito as suas chances de realizar vendas de qualidade, não precisando necessariamente recorrer a descontos e pacotes promocionais.

 

O estudo da Persona é uma das técnicas do Copywriting pode te ajudar nessa tarefa, para saber mais veja este artigo aqui no blog.

 

O Google AdWords e o Facebook Ads, são exemplos de ferramentas com este foco. Neste link você pode saber mais sobre como segmentar anúncios na internet.

 

É importante que você saiba definir uma campanha mesmo que básica. Você pode escolher por exemplo através do sexo, idade, localização até mesmo renda! Com isso, você pode direcionar o seu produto e o seu anúncio e ao consumidor de maior potencial, que realmente tenha maior probabilidade de interesse e condições em comprar, sem desperdiçar tempo e dinheiro.

 

4 – Só precisa de… sua AÇÃO

 

Diferente do marketing tradicional que envolve muitas pessoas, muito dinheiro e grande mão de obra, no marketing digital apenas uma pessoa já pode colocar a mão massa e iniciar o processo de divulgação e venda. A logística é de um processo bem mais simples e curto, entre o ponto de partida e o resultado final.

 

Possuindo um bom conhecimento deste mercado digital, estudando e buscando informações, possivelmente buscando uma ou duas pessoas para te ajudar ou fazendo sozinho, é possível desenvolver uma boa estratégia e colocar o plano de vôo em ação.

 

Claro que é muito difícil dominar todas as técnicas, mas para isso existem as consultorias que te auxiliam nos pontos que você não sabe executar.

 

Isso facilita até as pequenas empresas que ao fazerem isso, e se especializarem, conseguem competir na internet com seus produtos perante grandes companhias.

 

Atente-se para a necessidade de ter em mãos um bom produto, seja sincero em suas colocações e não prometa o que não possa cumprir, porque isso pode te prejudicar em sua imagem e atingir proporções difíceis de serem calculadas e revertidas quando se trata de internet.

 

ENTÃO…. MÃO NA MASSA!

Bom, agora que você já sabe definitivamente qual a diferença entre o Marketing Tradicional e o Marketing Digital e as vantagens dos dois, está mais do que claro que o seu produto, serviço ou empresa também pode fazer muito sucesso no marketing digital. E se tiver alguma dúvida deixa aqui embaixo que eu vou te ajudar!

 

Um grande abraço, te desejo sucesso nos seus negócios e claro, #boascopys!

About the Author

Leave a Comment:

Leave a Comment: